FORMAÇÃO DA PERSONALIDADE


É durante a primeira infância que encontramos os principais elementos para a formação física do ser humano. Elementos estes que acompanham o indivíduo durante toda a sua vida. A formação da personalidade humana ocorre a partir do momento da fecundação e dura a vida inteira.
Da mesma forma acontece com os elementos formadores da personalidade e comportamento dos seres humanos, eles acompanham os indivíduos durante toda a vida, atravessando todas as fases do desenvolvimento humano.

A personalidade é um conjunto de qualidade externas que fornece as características de determinado indivíduo. Tais características, podem e devem ser apreciadas por outras pessoas, pois é a partir delas que identificamos e diferenciamos uma pessoa da outra. É através da personalidade que identificamos os padrões de conduta e comportamento de determinada pessoa. É através destas que se pode predizer qual poderá ser a sua reação diante de determinada situação, estímulos ou condições externas.Deste modo, qualquer conceito que se possa atribuir a palavra “personalidade” está se referindo, em qualquer momento, ao processo de desenvolvimento psicossocial. Quando o individuo nasce não informa através de sinais que possui uma consciência ou sabedoria acerca da sua existência e da existência de outras pessoas, porém na medida que os estímulos e as situações do meio em que vive vão se perfazendo, o indivíduo, vai ganhando características próprias e formando sua personalidade.

Estes estímulos afetam o indivíduo, atingindo o sistema nervoso central, bem como os demais órgãos sensoriais do corpo, fazendo com que comece a formar uma estrutura psicológica chamada de “eu” ,a qual é considerada como parte consciente do ser humano. O “eu”, segundo ao autor, tem por função principal lidar com a realidade, isto de forma racional e equilibrada. O “eu” também amadurece e na medida em que isto vai acontecendo, ele vai aprendendo a se relacionar com outros aspectos mais reais da vida humana. Dentre estes aspectos pudemos destacar a percepção sensorial, a coordenação motora, a inteligência, a adaptação ao meio em que vive, e a acumulação de conhecimento, dentre outros aspectos importantes. Durante a formação da personalidade de um indivíduo é preciso se levar em conta todos os mecanismos de formação sejam eles primários ou secundários, pois ambos são fatores que impulsionam a formação da personalidade.

Todos seres humanos nascem com determinados instrumentos inatos, os quais são imprescindíveis para a vida humana, estes são chamados de “motivos primários” e tais instrumentos são encontrados em todos os indivíduos vivos. Os “mecanismos primários” podem ser a vontade de se alimentar , dormir, respirar, ou seja, são as necessidades básicas que qualquer indivíduo tem e necessita. Além das necessidades primárias, existem também as necessidades psicológicas, porém estas variam de cultura para cultura e de lugar para lugar. As necessidades psicológicas são denominadas de “necessidades secundárias”, pois estas são adquiridas mediante contato com o meio, porém tais necessidades, ainda assim, são necessidades gerais sentidas por todos os indivíduos, como por exemplo, a necessidade de se sentir amado, estas são características inerentes a todos os seres humanos.

Durante a primeira infância a criança utiliza bastante os impulsos biológicos, os quais são de extrema necessidade para garantir a sua sobrevivência, além disso, são estes que determinam o comportamento do indivíduo que atravessa esta fase. Os impulsos biológicos do seres humanos não são dirigidos para satisfazer as necessidades sociais, mas sim, as necessidades físicas como comer , beber, dormir, etc.,porém logo depois que os indivíduos aprendem a satisfazer as suas necessidades primárias, eles começam a orientar suas vontades a outros objetivos, mais relacionadas com o mundo ao seu redor. Assim, os estímulos e processos sensoriais que vão servir para ampliar o seu mundo e aumentar suas potencialidades, acabam fornecendo a ele a chance de acionar o seu desenvolvimento cognitivo. Com o passar do tempo tal desenvolvimento vai ganhando controle sobre os impulsos biológicos dos indivíduos, a partir de então, a personalidade começa a se formar, pois é a partir deste momento que os instintos primários e secundários se harmonizam de alguma forma.

O processo de formação da personalidade ocorre através do processo de socialização, pois é com base nisto que os impulsos biológicos e culturais se interagem, porém o processo evolutivo do individuo só começa na primeira infância. No entanto, é necessário frisar que o processo evolutivo não ocorre somente na primeira infância, porém tudo que acontece nesta fase é de extrema importância para compreender as nuances psicológicas dos seres.




1 comentários:

Godo- O Viajante do Futuro disse...

Tópico de psicologia? Não, eu diria base da sociologia ortodoxa, termo pejorativo dos opositores, prefiro sociologia dos pobres, bom , isso seria da mesma forma estranho, então sociologia dos compromissados com o bem-estar social do todo.

A visão do psicólogo é sempre mais limitada, pois um ser por si só significa menos que dois seres, ainda mais com relação a uma coletividade.

Doenças mentais existem, mas são enfermidades oriundas do contato social. A psicologia social não é nem perto algo relevante como a sociologia.

Observo, aceito ou concordo com todas as suas palavras sobre a personalidade. Sobre o texto não há o que refutar, salvo o marcador psicologia.

Não tinha visualizado antes esse seu post ou tópico. Saber antes me pouparia várias palavras nos comentários, pois se você não está no grupinho de Renan Springer de Freitas, somos mais aliados do que quer admitir.

Postar um comentário

Copyright © Oficina Sociológica